.

terça-feira, 31 de dezembro de 2013

REPORTAGENS SOBRE AUDIÊNCIAS E AÇÕES EM DEFESA DOS HEMOFÍLICOS.@

2008 - época da crise de falta de fator de 2008.

Promotoria vai pedir esclarecimentos ao Ministério da Saúde sobre redução de remessas de medicamentos para Minas. 

Governo promete regularizar abastecimento a hemocentros Bianca Melo - Estado de Minas.


O Ministério Público Estadual em Minas (MP) já está analisando os problemas no abastecimento de remédio para pessoas com hemofilia do tipo "A" que precisam do concentrado de Fator VIII, feito a partir do próprio sangue. 



Desde março, foram reduzidas as remessas do Ministério da Saúde aos hemocentros de todo o país.


Com o pequeno estoque, não sobra medicamentos para uso do hemofílico em casa, em situações de sangramento. 

Segundo o MP, a Promotoria de Saúde na capital vai encaminhar ofício pedindo esclarecimentos ao ministério.


O Estado de Minas mostrou nessa quarta-feira o baixo estoque na Fundação Hemominas, suficiente apenas para atendimento de emergência a um acidentado grave.

Cerca de 80% dos casos de hemofilia no Brasil são do tipo "A".

Fonte: Estado de Minas.

Neste video da Band News ilustra um pouco a realidade dos hemofílicos naquela época (2008).




ANALÍSE DA NOTÍCIA:


O Ministério Público é uma das poucas instituições nacionais que funcionam bem, e tem atuado firme, na busca e defesa dos direitos ao tratamento pelos hemofílicos, foi assim na grande falta de fator ocorrida em 2008, e em outros casos. 

Naquela época os hemofílicos ficaram praticamente sem tratamento, somente havia fator para emergências e mesmo assim com dificuldades. 

As doses domiciliares foram temporariamente canceladas. Um dos motivos a Máfia dos Vampiros e o modelo ineficaz e inadequado de compras de hemoderivados. Guilherme Genovez assume a Coordenação do Sangue. 


















Se compromete a mudar a situação do tratamento da hemofilia. Em uma união do Ministério Público, TCU, Coordenação do Sangue, Senado, Congresso e Federação Brasileira de Hemofilia mudanças começam a ocorrer e dão forma ao tratamento que temos hoje para hemofílicos no Brasil. (2013)



Reações:

0 comentários: