.

quarta-feira, 27 de julho de 2016

EXPOSIÇÃO CHÃO NORDESTINO MARCA 20 ANOS DE TRABALHO DE AIRTON CILON

Artista múltiplo, Poeta, músico e artista plástico, Airton Cilon retrata com sua arte as belezas da sua terra. 



A primeira exposição de Airton foi em 1996.




A 20 anos o mossoroense Airton Cilon apresentava pela primeira vez as suas telas. Era a exposição “Manipulando Cores”. 




Para celebrar estas duas décadas de atuação na cidade, o pintor estreará no próximo dia 22 (sexta) a exposição “Chão nordestino”, a partir das 19h30 no Salão Joseph Boulier, no Memorial da Resistência. 




 “Estarei levando pra essa exposição uma técnica nova que consiste na pintura sobre o tecido estampado. Levo também um número maior de telas. Enfim é minha melhor safra de todos os tempos.  De diferente das demais, pode-se notar ainda a técnica mais apurada ao longo desses anos”, comenta Cilon.





“Chão Nordestino” apresentará mais de vinte trabalhos do artista mossoroense: “Estou ainda em fase de produção, finalizando umas telas. Pretendo expor pra mais de 20 trabalhos. As telas vão estar à venda e com a facilidade de pagamento via cartão de credito”, informou.




Cilon comentou ainda sobre o cenário das artes plásticas em Mossoró, segundo ele Mossoró dispõe de muitos artistas no seguimento artes visuais, mas que são pouco aproveitados “É preciso mais incentivo e vitrine para que esses artistas apareçam. 

É difícil montar uma exposição sem muito apoio. Mas como diz o Artista Plástico Francisco Brennand: 

‘O artista, é aquele que persiste’ e eu vou persistindo naquilo que acredito”.

Sobre sua versatilidade em vários setores das artes, finalizou: “Todas as vertentes que desenvolvo no meu dia a dia me completam, quando estou tocando e cantando, aquele é meu momento de prazer musical, a poesia de a mesma formar, pintar, é um estado de encantamento onde sou tomando pela essência das cores”.














.

mais sobre hemofilia



Reações:

0 comentários: