MINUTO A MINUTO

Férias chegando. Tomara dona hemofilia também de ferias...



SOBRE HEMOFILIA

evolução

CIRURGIA.

  • Written by Sora Templates

    HC Realiza Primeira Cirurgia Em Triatleta Hemofílico.

REVOLUÇÃO

CIÊNCIA

  • Written by Sora Templates

    Primeiro embrião híbrido de humano e porco foi criado em laboratório.



,

mais notícias

,

,

últimos dias

Eu e minha companheira de traquinagens. Aprontamos mais que dona hemofilia. Aniversário dela sexta-feira 13, sugestivo não? Ainda vimos um gato preto no caminho do salão de festas. Tia artrose tentou aprontar, mas uma fatorada com codeina e tudo foi bem. Entrando de férias agora, programando viagem pra curtir BH e aproveitar pra pegar fator. Ou seria o contrário. Certeza? De que a hemofilia não impede um viver de bem com a vida.

quadrilha de hemofílico

Entrei pra uma quadrilha, calma, não fui pra política. Festas juninas e julinas, é disso que estou falando, época que amo. Já dancei muita quadrilha, hoje vou só de observador e comedor. Falando nisso a festa junina da APH foi um show.

acidente de percurso

Depois de uma semana de muleta já estou bom e pronto pra outra.... (riso)



ANUNCIE AQUI
.
» »Da Redação » CURIOSIDADE - SELVA DE PEDRA - NOVELA E HEMOFILIA

Quem se lembra da novela Selva de Pedra? A novela foi um sucesso, e muitos se recordam. Mas, quem se lembra que havia na segunda versão escrita por Janete Clair, Um personagem com Hemofilia? Caio, interpretado por José Mayer tinha hemofilia.

CAIO -  José Mayer) – Primogênito de Aristides Vilhena (Walmor Chagas), é um rapaz irreverente e namorador. É engenheiro naval, trabalha com o pai no Estaleiro Celmu S.A e se casa com Fernanda (Christiane Torloni). É orgulhoso, mas um bom sujeito, e enfrenta uma doença: a hemofilia.

Mais Sobre A Novela

SELVA DE PEDRA – 2ª VERSÃO

Selva de Pedra obteve a maior audiência da história da televisão brasileira até então, comprovando a força da telenovela como veículo de cultura de massa.

No Rio de Janeiro, segundo registro do Ibope na época, a trama atingiu 100% de share – número de televisores ligados no horário – no capítulo 152, em que a identidade de Rosana Reis é revelada. Selva de Pedra marcou a estreia na TV Globo do diretor Walter Avancini, egresso da TV Tupi.

Ele assumiu a trama por volta do capítulo 30, quando Daniel Filho teve de se afastar da produção, comprometido com outras funções na emissora. A essa altura, Milton Gonçalves e Reynaldo Boury também já haviam dirigido a novela.

Autoria: Janete Clair 

Direção: Daniel Filho e Walter Avancini 

Codireção: Reynaldo Boury e Milton Gonçalves 

Período de exibição:10/04/1972 – 23/01/1973 

Horário: 20h

 Nº de capítulos: 243

 http://memoriaglobo.globo.com/pro

gramas/entretenimento/novelas/selva-de-pedra-2-versao/galeria-de-personagens.htm


LEIA TAMBÉM

Mais Curiosidade Em Uma Novela

Uma história, surgida no Rio Grande do Sul em 27/04/1919 e que termina no Rio de Janeiro, 07/04/1968... História  de sucesso, de um galã que marcou época, nós leva a mais um exemplo que a hemofilia não impede uma vida ativa e produtiva em todos os sentidos, o profissional incluído.O ator Amilton Fernandes iniciou sua carreira no teatro. Logo em seguida, foi trabalhar em teleteatros em São Paulo, onde fez o "TV de Vanguarda" e o "TV de Comédia".



O talento notório, mas poucos sabiam que ele era hemofílico.Seu grande sucesso foi como ator principal, o Albertinho Limonta, da novela “O Direito de Nascer”, onde fez par romântico com a atriz Guy Loup. 

O sucesso do casal foi tanto, que o encerramento da novela teve que acontecer em praça pública. No Rio de Janeiro foi no Maracanã, inteiramente lotado, para que o povo pudesse aclamar seus ídolos. Albertinho Limonta jamais foi esquecido. 

No cinema o ator fez os filmes: "O Vendedor de Linguiças", “Quatro Brasileiros em Paris”, "As Cariocas", “Juventude e Ternura” e “Edu, Coração de Ouro”. O fato de ele ser hemofílico só veio a público mesmo, pouco antes de seu falecimento, aos 50 anos de idade, devido a um acidente de automóvel sofrido no Rio de Janeiro. 

O ator vinha de um ensaio na quadra da Mangueira quando se acidentou. omo Amilton Fernandes foi operado seis vezes e passou 70 dias internado, mas não resistiu aos ferimentos, devido a hemofilia e aos recursos médicos de tratamento para hemofilia da época, muito inferiores aos de hoje

Na televisão 
  • Suspeita 1959 
  • Fim de Semana no Campo 1959 
  •  Doce Lar Teperman 1959 
  • Adolescência 1959 
  • A Ponte de Waterloo 1962 
  • A Noite Eterna 1962 
  • A Estranha Clementine 1963 
  • As Chaves do Reino 1963
  •  Moulin Rouge, a Vida de Tolouse Lautrec
  •  Rachau 1963 
  • A Sublime Aventura 1964 
  • Alma Cigana .... capitão Fernando 1964 
  • O Segredo de Laura .... Cláudio 1964 
  • Quem Casa com Maria? .... Paulo 1964 
  • O Direito de Nascer .... Albertinho Limonta  1965 
  • O Preço de uma Vida .... André 1966
  •  O  Sheik de Agadir .... Maurice Dummont 
  • 1967 A Rainha Louca .... Xavier
  •  1967 Sangue e Areia .... Dom Ricardo


 No cinema
  •  1962  O Vendedor de Linguiças
  •  1965 Quatro Brasileiros em Paris
  •  1966 As Cariocas 1967 
  • Adorável Trapalhão 1968 Edu, Coração de Ouro 
  • 1968 juventude e Ternura



Amílton sofreu um acidente automobilístico na esquina da Rua São Francisco Xavier com Avenida Heitor Beltrão no bairro do Maracanã, zona norte do Rio de Janeiro. Como era Hemofílico, o ator ficou internado por setenta dias passando por seis operações vindo a falecer posteriormente. Quando morreu Amílton vivia o vilão Dom Ricardo na novela da Rede Globo, Sangue e Areia, de Janete Clair. O roteiro da novela teve que ser todo refeito e seu personagem desapareceu da trama.

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga
tudo sobre hemofilia

,