MINUTO A MINUTO

Note deu pane de novo. Tá velinho.. Ajude Hemofilia News a restaurar o Note. Doe qualquer valor: Ag. 3152 C/c 01085384-8.



SOBRE HEMOFILIA

fbh convida

  • Written by Sora Templates

    AFederação Brasileira de Hemofilia promove mais uma edição do FBH Convida.

evolução

CIRURGIA.

  • Written by Sora Templates

    HC Realiza Primeira Cirurgia Em Triatleta Hemofílico.

,
,

mais notícias

publicidade:

,
,
ANUNCIE AQUI
.
» »Da Redação » MINISTRO DA SAÚDE GARANTE QUE HEMOBRÁS SERÁ PRIORIDADE

Em visita à Empresa Brasileira de Hemoderivados e Biotecnologia (Hemobrás), no dia primeiro de junho de 2018 em Goiana, no Grande Recife, o ministro da Saúde, Gilberto Occhi, discutiu medidas com a diretoria da estatal para a continuidade da operação da Hemobrás. 





Após meses de imbróglio envolvendo a empresa, o ministro garantiu que vai dar prioridade nas soluções para a estatal. Em 2017, a Hemobrás teve lucro líquido de R$ 172 milhões. 



 “Estamos garantindo que queremos continuar as obras, retomadas este ano. Ainda temos esclarecimentos a fazer aos órgãos de controle. Apresentando um plano de investimento, a Hemobrás vai se tornar plenamente ativa”, diz Occhi, garantindo o aporte de recursos federais. 

 Atualmente, a Hemobrás aguarda liberação de R$ 300 milhões empenhados na Lei Orçamentária Anual para as obras. 

A estatal está construindo subestação elétrica e no bloco B05, onde ficarão armazenados os medicamentos e insumos. 

 “Além disso, se conquistar o investimento de US$ 250 milhões da Shire, será possível dar celeridade à construção”, diz o presidente da estatal, Oswaldo Castilho. 

O investimento da Shire, empresa privada responsável pelo fornecimento e transferência de tecnologia para produção de fator VIII recombinante, depende da análise da Parceria para Desenvolvimento Produtivo (PDP) com a Hemobrás. Processo vem desde 2017 Esse processo se estende desde o ano passado, quando o então ministro da Saúde, Ricardo Barros, tentou levar a produção de fator VIII recombinante para o Paraná. 

 “Nós tivemos uma readequação do projeto de transferência de tecnologia, por parte da Shire, que foi encaminhada ao Ministério da Saúde. A readequação atende às exigências do marco regulatório da PDP. Um desses pontos é a transferência da célula mestre”, explica Castilho, que acredita que o assunto deve entrar na pauta do conselho deliberativo para decisão definitiva em até duas semanas. 

 O ministério também deve lançar novo edital, ainda este mês, para a contratação de empresa fracionadora de plasma. 

O objetivo é fracionar 200 mil litros que estão estocados na sede da Hemobrás, em Goiana. Por meio do fracionamento, é possível produzir hemoderivados que ajudam no tratamento de várias doenças, como albumina para queimaduras, problemas nos rins ou fígado; e fator IX para combater hemorragias e tratamento da hemofilia B.




Fonte: Portal do Ministério da Saúde e G1




«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

tudo sobre hemofilia

,