MINUTO A MINUTO

Note deu pane de novo. Tá velhinho. Seguimos na estrada... Aceito doação de um novo .



SOBRE HEMOFILIA

hemoFILIA b

,
,

ACONTECEU

mais NOTÍCIAS

publicidade:

,
PUBLICIDADE

mais historias

ANUNCIE AQUI
.
» »Da Redação » OCTAPHARMA APRESENTA NOVOS DADOS SOBRE OS BENEFÍCIOS DO NUWIQ® EM PACIENTES COM HEMOFILIA A NO CONGRESSO MUNDIAL DE HEMOFILIA 2018

Octapharma anunciou hoje que novos dados sobre os benefícios do Nuwiq ® em pacientes com hemofilia A foram apresentados durante um simpósio no recente Congresso Mundial 2018 da Federação Mundial de Hemofilia (WFH) em Glasgow, Escócia. 



O Nuwiq ® é um FVIII recombinante (rFVIII) de 4 a geração derivado da linha celular humana aprovado para a prevenção e tratamento de episódios de hemorragia em pacientes de todas as idades com hemofilia A. 

O simpósio intitulado " Going further to meet clinical needs: New data with Nuwiq ® ▼ (simoctocog alfa; human-cl rFVIII) from clinical trials and real-world experience ", centrou-se nos desafios do cenário atual de tratamento da hemofilia e oportunidades para melhorar o atendimento ao paciente. 

 O simpósio, presidido por Craig Kessler, abordou a realidade de que dois pacientes com hemofilia A não são iguais.

 Uma abordagem de tratamento ideal deve, portanto, refletir o perfil de cada paciente de forma individual. Esforçando-se para alcançar esse objetivo, foram apresentadas duas abordagens para o uso de dados farmacocinéticos (PK) com o objetivo de personalizar a profilaxia com Nuwiq ® . John Pasi (The Royal London Hospital - Londres, Reino Unido) compartilhou um resumo do estudo NuPreviq, que utiliza o perfil PK de um indivíduo para otimizar o plano de tratamento 

1 . Essa abordagem de dosagem individualizada permitiu que mais da metade (57%) dos pacientes no estudo NuPreviq reduzissem a dose com Nuwiq ® para duas vezes por semana ou menos, mantendo uma proteção efetiva contra a hemorragia (mediana da taxa anualizada de sangramento [intervalo interquartil]): 0 [0, 1,9]) para todas as hemorragias). Durante a profilaxia personalizada com Nuwiq ® , 83% dos pacientes estavam espontaneamente livres de sangramento. Uma segunda abordagem, usando o WAPPS (Programa de Farmacocinética da População AcessívelàWeb), foi apresentada por Stacy Croteau (Boston Children's Hospital - Boston, EUA). 

Essa abordagem usa a análise PK de um grupo de pessoas para prever o tratamento ideal para um indivíduo e fornece uma abordagem flexível para a dosagem que requer menos amostras. Um modelo específico do WAPPS para Nuwiq ® está disponível e é baseado em dados farmacocinéticos de 114 pacientes, incluindo 26 crianças, tratados com Nuwiq ® . Essas abordagens representam passos promissores para a obtenção de cuidados personalizados de hemofilia. Para pacientes não tratados previamente (PUPs), o risco de desenvolvimento de inibidores continua sendo a maior preocupação no tratamento da hemofilia. Ellis Neufeld (St. Jude Children's Research Hospital - Memphis, EUA) apresentou uma visão geral dos dados provisórios do estudo NuProtect, que está investigando o Nuwiq ® em PUPs 

2 . Os dados temporários indicam uma incidência cumulativa de inibidores de título alto de apenas 12,8% em pacientes tratados com Nuwiq ® . A apresentação também incluiu dados de uma subanálise recente do desenvolvimento de inibidores com base no status de mutação do gene F8 F8 dos pacientes 

3 . Esta análise demonstrou uma incidência cumulativa de inibidores de 26,7% em pacientes com mutações de alto risco, enquanto nenhum paciente com mutações de baixo risco desenvolveu inibidores. Dan Hart (The Royal London Hospital - Londres, Reino Unido) apresentou uma nova abordagem genômica para aprofundar a análise dos dados do estudo NuProtect, com o objetivo de prever o risco de inibidores usando perfis transcricionais. Ri Liesner (Great Ormond Hospital for Children - Londres, Reino Unido) apresentou dados reais sobre o uso do Nuwi ® para a indução da tolerância imunológica (ITI), que continua sendo a única estratégia comprovada para erradicar os inibidores. 

Três dos cinco pacientes na coorte alcançaram a erradicação de inibidores, enquanto os outros dois permanecem em ITI e mostram um declínio contínuo nos níveis de inibidores. Larisa Belyanskaya, diretora de IBU Haematology da Octapharma afirmou que " nós da Octapharma estamos satisfeitos com os excelentes dados apresentados na WFH 2018, que se baseiam na crescente riqueza de experiências positivas com o Nuwiq ® . 

A ampla gama de dados demonstra o valor em expansão na prática clínica do Nuwiq ® e destaca o compromisso da Octapharma de 'ir além' para abordar as demandas em desenvolvimento dos pacientes com hemofilia A ". Olaf Walter, membro do conselho da Octapharma, acrescentou: " "Os dados apresentados no simpósio se baseiam em um amplo portfólio de experiência clínica com o Nuwiq ® . 

O congresso da WFH é uma plataforma-chave para compartilhar informações no campo da hemofilia e a Octapharma tem o orgulho de apresentar novos dados sobre o Nuwiqà comunidade internacional de hemofilia neste encontro ". 

 Sobre o Nuwiq ® 

 O Nuwiq ® é uma proteína rFVIII de quarta geração 


Sobre o Nuwiq 

O Nuwiq ® é uma proteína rFVIII de 4 geração , produzida em uma linha celular humana sem modificação química ou fusão com qualquer outra proteína . O Nuwiq ® é cultivado sem aditivos de origem humana ou animal , é desprovido de epítopos antigênicos de proteína não humana e tem uma alta afinidade segundo o fator de coagulação de von Willebrand . O tratamento com Nuwiq ® foi avaliado em sete ensaios clínicos concluídos que incluíram 201 pacientes tratados previamente 8,9com hemofilia A grave, incluindo 59 crianças 10 . O Nuwiq ® está aprovado para uso no tratamento e profilaxia de hemorragia em todas as faixas etárias de pacientes tratados previamente com hemofilia A na UE, EUA, Canadá, Austrália, América Latina e Rússia. Outras propostas mundiais para o Nuwiq ® estão sendo planejadas.
Sobre A Hemofilia A 

 A hemofilia A é uma doença hereditária ligada ao cromossomo X causada pela deficiência de FVIII que, se não tratada, provoca hemorragias nos músculos e articulações e, consequentemente, artropatia e morbidade grave. O tratamento profilático de reposição do FVIII reduz o número de episódios de sangramento e o risco de lesões articulares permanentes. Este distúrbio afeta um em cada 5 mil a 10 mil homens em todo o mundo e 75% dos casos de hemofilia não são diagnosticados ou tratados. O desenvolvimento de anticorpos que neutralizam o FVIII (inibidores do FVIII) contra o FVIII injetado representa a complicação mais séria do tratamento. O risco cumulativo de desenvolvimento de inibidores do FVIII é de até 39% dos casos. 


 Sobre a Octapharma 

 A visão da Octapharma é: "Nossa paixão nos leva a fornecer novas soluções de saúde que promovem o avanço da vida humana". Com sede em Lachen, Suíça, a Octapharma é uma das maiores fabricantes de proteína humana no mundo, desenvolvendo e produzindo proteínas humanas a partir do plasma humano e linhas de células humanas. Como uma empresa familiar, a Octapharma acredita no investimento para fazer diferença nas vidas das pessoas - e vem fazendo isto desde 1983, pois está no nosso sangue.

 Os valores da nossa empresa são Propriedade, Integridade, Liderança, Sustentabilidade e Empreendedorismo. Em 2017, o Grupo obteve 1,72 bilhão de euros em receitas e um resultado operacional de 349 milhões de euros. 

Além disso, investiu 287 milhões de euros para garantir a prosperidade futura. 

A Octapharma emprega por volta de 7,7 mil pessoas em todo o mundo para apoiar o tratamento de pacientes em 113 países com produtos em três áreas terapêuticas: • Hematologia (distúrbios da coagulação) • Imunoterapia (doenças imunológicas) • Cuidados intensivos.

A Octapharma possui sete locais de P&D e seis unidades de produção de última geração na Áustria, França, Alemanha, México e Suécia. 

 Para mais informações, acesse www.octapharma.com 

Fontes:Octafarma e Portal Terra.


 Referências: 1. Lissitchkov T, et al. Haemophilia 2017;23:697-704. 2. Liesner R, et al. Haemophilia 2018;24:211-220. 3. Liesner R, et al. Blood eLetter 2018; disponível em http://www.bloodjournal.org/content/early/2017/08/02/blood-2017-06-791756

«
Next
Postagem mais recente
»
Previous
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

tudo sobre hemofilia

,