Diário de Um Hemofílico de Bem Com A Vida e Notícias e Tudo Sobre Hemofilia

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

Estudo sobre a Terapia Gênica para Hemofilia A

Estudo sobre a Terapia Gênica para Hemofilia A da farmacêutica BioMarin demonstra aumento dos níveis de Fator VIII.




A BioMarin Pharmaceutical Inc., relatou atualizações positivas em relação ao estudo clínico BMN 270, sobre a terapia gênica para Hemofilia A, que atualmente encontra-se em andamento, na fase 1/2. 

Estes resultados provisórios estão sendo apresentados na 35ª Conferência Anual da J.P. Morgan Healthcare, que acontece entre 9 e 13 de janeiro de 2017, em San Francisco, CA. 

 O BMN 270 utiliza vírus adeno-associados (AAVs) como veículos de entrega, ou vetores, para transportar os códigos genéticos que estimulam a produção da proteína do fator VIII (FVIII) que é deficiente em pessoas com hemofilia A.  Idealmente, os AAVs entregam o material genético em células vivas para sustentar o efeito terapêutico sem causar doenças ou desencadear respostas imunes significativas. 

 O objetivo do estudo, que ainda está em andamento, é avaliar a segurança ea eficácia da BMN 270 em até 15 indivíduos com hemofilia A grave. 

Até o momento, um total de nove pacientes receberam uma única dose da terapia e sete destes foram tratados com doses maiores. 

O acompanhamento dos pacientes pós-terapia variou de 34 a 50 semanas. 

 Dados baseados na leitura mais recente de cada paciente mostraram que seis dos sete pacientes no grupo de dose alta continuam a ter níveis de FVIII acima de 50%, enquanto o sétimo continua a ter mais de 15%. 

Estas percentagens transportam efetivamente os pacientes graves (menos de 1%) para moderados (5% a 40%) ou normais (50% -150%). Mesmo um aumento modesto nos níveis de FVIII para um dos indivíduos com hemofilia A, esse resultado pode levar a uma redução significativa nas complicações hemorrágicas e tem um impacto significativo na qualidade de vida. 

 Para os seis pacientestratados com dose alta, que estavam previamente em regime profilático com FVIII, a taxa média anual de hemorragia (ABR) diminuiu 91%,ou seja; de 16,3 hemorragias por ano antes de receber BMN 270 para 1,5 hemorragia por ano. 

A diferença foi constatada duas semanas após ter recebido a terapia. Para esses mesmos seis pacientes, as infusões médias anuais de FVIII caíram 98%, de 136,7 para 2,9. 

 Além disso, seis dos sete pacientes no grupo de dose alta estão dentro da gama normal de alanina aminotransferase (ALT), e um paciente está quase 5% acima do limite normal. 

Os testes ALT ajudam a detectar níveis elevados de enzimas no sangue e consequentes efeitos adversos na função hepática. Alguns dos pacientes experimentais iniciais apresentaram níveis elevados de ATL, portanto os pesquisadores inicialmente decidiram administrar corticosteróides profiláticos (hormônios esteróides) a todos os pacientes. 

Os pacientes diminuíram com sucesso os esteróides sem impacto significativo duradouro na expressão de FVIII ou nos níveis de ALT. A necessidade de corticosteróides profiláticos tem sido removida para todos os pacientes recém-inscritos no estudo. “Esses dados continuam mostrando evidências promissoras de que a restauração da função da coagulação pode ser alcançada pela terapia gênica”, disse John Pasi, PhD, FRCP, Professor de Hemostasia e Trombose em Barts e da Escola de Medicina e Odontologia de Londres. 

Ele é o principal investigador do ensaio clínico BMN 270 na Fase 1/2. “O aumento nos níveis de fator VIII que temos visto tem o potencial para estancar o sangramento dos pacientes e mudou a forma como pensamos o tratamento da hemofilia. 

Pela primeira vez podemos realmente começar a considerar a oportunidade para os nossos pacientes de viver uma vida mais normal. ” 

 Fonte: Comunicado de imprensa da BioMarin datado de 8 de janeiro de 2017




mais postagens




Em 1911, o Cais do Valongo foi aterrado e redescoberto 100 anos depois

Nasci hemofílico, virei guerreiro de sangue...

No meu imaginário de criança, era super herói, Super poderes? Sim, claro... resiliência,.. sensor de perigo igual o do homem aranha e capacidade de regeneração do Volwerine. . Brincando com efeitos especiais, olha no que deu... dei vida a imaginação.

+Leia Mais



NOTICIAS DAS ASSOCIAÇÕES

eu e a hemofilia


ç

LEIA TAMBÉM:



1
jamille edaes

2
Jamille e o marido, Roberto Edaes

3
Kalil chegou a ligar para o atacante Fred: "É o maior centroavante do Brasil há anos"

4
jamille edaes

1
jamille edaes

2
Jamille e o marido, Roberto Edaes

3
Kalil chegou a ligar para o atacante Fred: "É o maior centroavante do Brasil há anos"

4
jamille edaes

ds


tudo sobre hemofilia

AVENTUREIROS

ESCALADA
Um dos vencedores era hemofílico.Adventures Of Hemophilic, escalando pela hemofilia.
DESÁFIO
ENCONTRO
Hemofílicos no Desafio de Caribe, Ermanamento Brasil Venezuela.

HEMOFÍLICOS FAMOSOS

Eventos que participamos e cobrimos



Jamille e o marido, Roberto Edaes
Encontro Rio São Paulo de Hemofilia -RJ,
Kalil chegou a ligar para o atacante Fred: "É o maior centroavante do Brasil há anos"
Dia Mundial, APHISP - Campinas..
Kalil chegou a ligar para o atacante Fred: "É o maior centroavante do Brasil há anos"
Divulgando o Dia Mundial da Hemofilia Na Praça Sete. .